Você não pode empreender sem conhecer esses desafios!

Atualizado: 24 de out. de 2021

É errando que se aprende. Um dito corriqueiro e muito presente na vida de um empreendedor. Afinal, não tem fórmula mágica para viver o dia a dia de quem tem o próprio negócio, é sempre um desafio diferente.



Há quem diga que o maior segredo para uma vida de um empreendedor de sucesso é aprender com o erro para que ele não seja cometido de novo.


Mesmo conscientes dos desafios para abrir um negócio, mantê-lo e fazê-lo dar frutos, ser empreendedor além de ser o sonho de muitos brasileiros, foi uma saída para driblar a crise e o desemprego causados pela pandemia.




Números do empreendedorismo no Brasil

De acordo com dados disponibilizados pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor), três em cada dez brasileiros adultos empreendem.


Em março de 2020, quando a pandemia foi declarada, existiam pouco mais de 9 milhões de microempreendedores registrados, de acordo com o Portal do Empreendedor. Em dezembro, o número alcançou 11,3 milhões.

Já em janeiro deste ano, foram abertos 300 mil novos registros para microempreendedores e este foi o maior número desde 2010, segundo uma Pesquisa da Serasa Experian.


Fonte: Serasa Experian

A pandemia gerou muitos altos e baixos e ao mesmo tempo que novos empreendedores estavam surgindo, quase 10 milhões de empresários já estabelecidos tiveram que fechar seus negócios.


Sendo assim, mesmo a taxa de empreendedorismo inicial apresentando um aumento e atingido o maior número da história da série (que é feita desde 2002), a redução na quantidade de empreendedores estabelecidos derrubou a taxa total: o número de empreendedores estabelecidos ficou abaixo do registrado em 2004.


Com esses números, o Brasil saiu do sétimo para o quarto lugar na taxa total de empreendedorismo no mundo.


Dessa maneira, entendemos que a crise sanitária que estamos vivendo foi crucial tanto para a abertura de novos negócios quanto para o fechamento de outros. E sabe o que esses empreendedores têm em comum? Todos precisaram dar o primeiro passo.


Será que eles tinham noção dos desafios que encontrariam durante o caminho?

Se eles sabiam o que estaria à frente eu não sei, mas se você quer ter um negócio próprio, continue a leitura desse artigo e conheça de uma vez os principais desafios que você terá que enfrentar e as melhores práticas para enfrentá-los.




Números do empreendedorismo no Brasil


Segundo o IBGE, cerca de 60% das empresas fecham com menos de 5 anos, período no qual deveriam estar ganhando sustentabilidade e escalabilidade.


Mas por que isso acontece?


A parceria entre a Endeavor, Neoway e Datafolha resultou na Pesquisa Desafios dos Empreendedores Brasileiros, que mostra em quais áreas os empreendedores sentem mais dificuldades de gerir. Conheça:


Gestão de pessoas

Este foi o quesito de maior dificuldade, em uma escala de 0 a 10, recebeu nota 6,7, sendo o principal ponto a formação de lideranças.


Porém, quando perguntados sobre as boas práticas de gestão aplicadas no dia a dia do negócio, os empreendedores, dentre 11 opções, citaram “ações de desenvolvimento de lideranças” como a segunda ação menos utilizada nas suas empresas.


Ou seja, como formar líderes sem investir na formação de líderes? Sem bons líderes, a empresa não consegue ir para frente. Sendo assim, é preciso investir mais em ações voltadas para o desenvolvimento de líderes.


Burocracia

Isso não é nenhuma novidade, não é mesmo? Talvez seja por isso que ela aparece no pódio das maiores dores dos empreendedores.


O maior obstáculo apontado por um dos grupos entrevistados é dentro da área Jurídica e de Regulação, na qual estão os impostos.


Marketing e Vendas

Um dos perfis de empreendedores é o que mais se preocupa com marketing e vendas: um em cada cinco dos Empreendedores de Alto Impacto dizem que este é o maior desafio das empresas.


A satisfação do cliente aparece como um subdesafio, mostrando que a retenção e geração de novos clientes também são pontos de atenção.

Aqui listamos apenas alguns dos principais desafios, para ler o relatório “Desafios dos empreendedores brasileiros” na íntegra, clique aqui.


Seja empreendedor: saiba como dar os primeiros passos


Não existe “receita de bolo” para ter sucesso ao empreender. O que existe é trabalho duro, planejamento e algumas boas práticas que podem te ajudar nessa caminhada. Os primeiros passos são os mais importantes para que o seu negócio não entre naquela estatística de empresas que fecham antes dos cinco anos de vida.


Veja por onde você pode começar a se organizar.


Esteja “na sua praia”

“Trabalhe com o que gosta e nunca mais terá que trabalhar”. Essa frase pode ser o maior incentivo de quem quer abrir o próprio negócio e realmente é um fator importante.


Mas antes de investir o seu dinheiro naquilo que gosta lembre-se que estudar o mercado e a viabilidade da sua ideia é uma tarefa crucial para garantir o seu sucesso.


Planeje

Para a vida e para os negócios, planejamento é essencial. Um bom plano não apenas estabelece todos os seus objetivos com o projeto, como também traça todas as suas estratégias para atingi-los.


Faça networking

Seu negócio é feito, consumido e conhecido por meio de pessoas. Sendo assim, você precisa criar sua rede de contatos.


Além de facilitar o alcance de investidores para o seu negócio, possibilita a troca de experiências, o aprendizado de diferentes habilidades e agregar ainda mais valor a você e ao seu negócio.

Empreender é uma prova de resistência e você precisa se conhecer para saber se tem perfil para isso.

Conciliar a vida pessoal e profissional, não ter um chefe, tirar férias quando quiser e determinar seus próprios horários são verdadeiros atrativos para ser dono de uma empresa.

No entanto, é preciso ter em mente que existe o ônus e pode ser um pouco mais difícil do que se imagina. Se esse é seu sonho, planeje seus passos e tenha cautela.


Você está preparado?